Após tragédia com 4 mortos, centro espírita volta às atividades

Após tragédia com 4 mortos, centro espírita volta às atividades

Avalie esta postagem

Recomeçar é preciso independente da causa que nos tenha levado à primeira queda. E de recomeço o Espiritismo e espiritualismo entende bem.

Nesse sentido, após a grande tragédia que ocorreu no Grupo Espírita Amor ao Próximo (GEAP), em Jabotão dos Guararapes, na Grande Recife, chegou a hora de voltar às atividades 15 dias depois do ocorrido.

Foi exatamente do dia 21 de julho, nesse domingo, que o centro voltou a funcionar.

Na sede do GEAP, localizada na rua Zelindo Marafante, todos os presentes receberam receberam rosas brancas. Entre os presentes estavam os familiares das duas vítimas, que morreram baleadas no local.


Entenda a tragédia ocorrida no início do mês

No dia 5 de julho, na sede do GEAP houve um assalto durante a realização de um evento que lotou o lugar, comportando cerca de 200 pessoal.

As pessoas acompanhavam a palestra e entre elas estavam os dois assaltantes, enquanto resto do bando estava do lado de fora dando cobertura. Os bandidos anunciaram o assalto e começaram a recolher os pertences das vítimas á base de violência e xingamentos até que se iniciasse uma troca de tiros.

Dois suspeitos foram baleados, morrendo no local. Uma frequentadora do centro, de 57 anos, também morreu no local.

O Policial identificado como Alexsandro Alves de Melo, 40 anos, do 25º Batalhão da Polícia Militar, foi atingido na região da cabeça, foi socorrido e levado para o Hospital da Restauração (HR), mas infelizmente não resistiu ao ferimento.

Muitos frequentadores também ficaram feridos devido a correria e outros passaram mal, nervosos, e foram atendidos. No local, havia dezenas de idosos.


Dois dos envolvidos estão presos Jefferson Gonçalo da Silva e José roberto Alcântara e a polícia está a procura de mais dois integrantes que ainda estão foragidos.

Sérgio Costa, marido de Luisiana Barros fez um discurso que emocionou a todos os presentes:

“Nós vínhamos muito aqui ao GEAP. Ela, como espírito evoluído, nos deixou tantas lições, por isso o nosso fortalecimento”, lembrou.

“O que vai nos confortar é a luz divina do nosso senhor Deus.”

O palestrante da noite do retorno foi de Francisco Menezes, que discursou sobre a maldade ao longo da história, mas que o bem vai prevalecer em todas as situações.

Um dos coordenadores do GEAP, Mário Portela, falou que o centro ficou fechado por esses vários dias para que as pessoas pudessem se recompor do trauma.

Gostou? Então COMPARTILHE!
Fechar Menu