[ Vídeo ] Bispo católico afirma em público que ser homossexual é um dom dado por Deus

[ Vídeo ] Bispo católico afirma em público que ser homossexual é um dom dado por Deus

Atenção! Para preservar a integridade da notícia, não colocaremos nesse primeiro momento a opinião do Espiritismo, nem do espiritualismo em geral.

Se você tem interesse de entender mais sobre a posição do Espiritismo sobre esse assunto. Acesse este link e siga para o artigo.

No sermão dodo dia 30 de julho, o bispo de Caicó, Rio Grande do Norte, Dom Antônio Carlos Cruz Santos, falou sobre um tema muito polêmico dentro da religião, a homossexualidade.

A ocasião do sermão foi o encerramento da festa de Sant’Ana, padroeira da cidade, um dos mais tradicionais eventos religiosos do estado. Ao fim do comentário, ele foi aplaudido pelos fiéis presentes à celebração.

O vídeo da transmissão da missa viralizou nas redes sociais e gerou polêmica entre os fiéis.

No polêmico sermão, o bispo fez uma declaração que tem circulado com muita frequência nos noticiários afora, nas redes sociais, e dentro da própria igreja.

Antônio Santos declarou que homossexualidade não é opção, mas orientação e que é um dom dado por Deus.

“Na perspectiva da fé quando a gente olha pra homossexualidade, a gente não pode dizer que é opção. Opção é uma coisa que livremente você escolhe e orientação ninguém escolhe… Escolha vai ser a maneira como você vai viver a sua orientação… Se não é escolha, se não é doença, na perspectiva da fé, só pode ser um dom. É dado por Deus. Dom é isso: é dado por Deus” — Disse o bispo.

Contrariando o que diz os ensinamentos da Igreja Católica, o Catecismo, o religioso defendeu a prática homossexual e chamou os discordantes de “preconceituosos”. Ainda no discurso, o religioso falou que é preciso vencer esse preconceito da mesma forma como foi vencido o preconceito contra negros durante a escravidão.

Segundo Catecismo da Igreja Católica, , parágrafos 2357-2359: As pessoas homossexuais são chamadas à castidade. Quem tem tendência homossexual deve, pois, seguir o ensinamento de Cristo a todos: ‘Se alguém quer vir após mim, renuncie a si mesmo, tome sua cruz, cada dia, e siga-me’ (Lc 9, 23). Só abraçando a Cruz e entregando-se por amor a Cristo, é possível caminhar para a ressurreição”.

Cientes disso, católicos começam a se posicionar pelas redes sociais para denunciarem o bispo à Nunciatura Apostólica do Brasil.

Segundo o site G1, na página da Diocese de Caicó no Facebook, pessoas usaram o espaço destinado aos comentários para criticar o religioso.

“Dom Antônio Carlos Cruz conseguiu transformar um pecado grave em dom de Deus”, diz um dos comentários.

“A Santa Sé tomará conhecimento desta heresia, proclamada dentro da Igreja Católica”, afirma outro usuário, que chama o bispo de inimigo da igreja.

Leia mais:

Mas também houveram pessoas que prestaram apoio ao religioso. Uma mulher que afirma ser do Paraná disse que conheceu Dom Antônio por meio das redes sociais e considerou que o posicionamento é um novo passo para a religião.

“Quero agradecer o senhor pela sua fala e pela sua delicadeza ao tratar deste assunto que faz parta da minha vida. Meu filho é homossexual, bispo”, comenta ela.

Em outra parte do discurso do bispo, ele comenta:

“O evangelho por excelência é evangelho da inclusão. O evangelho é porta estreita sim, é um amor exigente, mas é uma porta sempre aberta. Deus nunca fecha porta para ninguém. Por isso, talvez, seria momento, assim como fomos capazes de dar um salto, na sabedoria do evangelho, de vencer a escravidão; não está na hora de a gente dar um salto, na perspectiva da fé, e superar preconceitos contra os nossos irmãos homoafetivos?”

Gostou? Então COMPARTILHE!

Hugo Gimenez

Hugo Gimenez é o editor do blog O Estudante Espírita. Fisioterapeuta formado na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), começou suas primeiras leituras da Doutrina Espírita com 15 anos de idade. Hoje em dia, se interessa não só por literaturas próprias do Espiritismo, mas também por assuntos de espiritualidade em geral.
Fechar Menu