[Nº 1] – Depoimento de uma usuária da Ressonância Harmônica

[Nº 1] – Depoimento de uma usuária da Ressonância Harmônica

[Nº 1] – Depoimento de uma usuária da Ressonância Harmônica
5 (100%) 1 vote

Trouxemos um depoimento de uma usuária do processo de Ressonância Harmônica (RH). Se você ainda não tem nenhum conhecimento sobre o que é a RH, sugiro que abra os links no final do artigo para entender melhor do que se trata.

“Olá, pessoal. Meu nome é Juliana. Vou deixar aqui um breve depoimento. Descobri a RH em 2014 com um vídeo do Hélio no YouTube. De início, não pedi nenhum Cd, mas a partir de 2015 pedi meu primeiro CD, de forma gratuita.

No início de 2016, percebi que não havia mais a necessidade de algo físico e passei a pedir só a ativação de ondas. Pedi 1 ativação em 2016 e pedi mais uma agora em 2017 (a qual foi ativada semana passada). Como pedi muitos arquétipos, muitos conhecimentos, etc, tem hora que parece que vou surtar com tanta informação.

Chego a ter uma mente agitada, barulhenta. Além de às vezes eu ter a sensação de que um arquétipo está entrando em contradição com outro. Ou seja, depois, com a experiência e o passar do tempo, que fui ver a ingenuidade de alguns pedidos que fiz.

Creio que um desafio que tenho é aprender a eu mesma ativar e desativar na hora que for necessário. Usar os arquétipos como parceiros, conforme minha vontade e/ou a necessidade do momento, para meu crescimento e evolução do mundo. 

Tenho catarses até hoje e vejo nitidamente o quanto minhas crenças estavam (algumas ainda estão) tão fortemente enraizadas. 

Sinto-me sozinha porque não encontro pessoas que entendam tudo isso q estou vivendo. E vivo constantemente entre duas pressões: a de crescer infinitamente, lendo, aprendendo, conhecendo, trabalhando, ajudando, mais e mais, etc., e a de lutar contra minhas limitações – crenças limitantes, medos, inseguranças etc. 

Tudo acontecendo ao mesmo tempo e rápido! Sofri muitas mudanças: parei de beber, de fumar, não tenho mais religião, penso em mudar de profissão etc etc. A sensação é mesmo a de que vou surtar. Isso da medo! E atrapalha a evolução, obviamente. Obrigada pela atenção de todos. Vamos sempre em frente e além.”


Agora podemos fazer algumas considerações a partir de alguns trechos do relato da nossa amiga:

De início, não pedi nenhum Cd, mas a partir de 2015 pedi meu primeiro CD, de forma gratuita”. — Sim! É possível fazer o pedido do CD gratuitamente através da ICA (Igreja Cristã de Aton).

No início de 2016, percebi que não havia mais a necessidade de algo físico e passei a pedir só a ativação de ondas.” — O CD é apenas uma das inúmeras formas práticas de portar as ondas escalares. É possível pedir a onda inserida em qualquer objeto que você queira, inclusive não precisaria de objeto nenhum. Seria apenas necessário que o Hélio ativasse a onda para você à distância, sem necessidades também de um CD.

Como pedi muitos arquétipos, muitos conhecimentos, etc, tem hora que parece que vou surtar com tanta informação.” — É interessante lembrar que, nas palestras assim como no livro Mentes In-Formadas, o professor Hélio comenta que é necessário prudência na quantidade de arquétipos que vai se pedir. O próprio professor comenta: “Peça somente o que você for usar”.

Chego a ter uma mente agitada, barulhenta. Além de às vezes eu ter a sensação de que um arquétipo está entrando em contradição com outro.” — Segundo relatos de outros usuários a meditação, a oração e separar um momento diário para apaziguar as emoções são imprescindíveis no processo da RH, justamente para “cair a ficha” de muitas coisas e administrar melhor as informações adquiridas.

“Creio que um desafio que tenho é aprender a eu mesma ativar e desativar (os arquétipos) na hora que for necessário.” — A intenção é essa! Fazer com que os arquétipos sejam ativados na consciência justamente na hora em que for utilizar dos conhecimentos que eles carregam.

Tenho catarses até hoje e vejo nitidamente o quanto minhas crenças estavam (algumas ainda estão) tão fortemente enraizadas.” — Enquanto não se livrar de suas crenças limitantes, as catarses continuarão. É a reação do corpo tentando expulsá-las, se relutar, as catarses insistirão.

Sinto-me sozinha porque não encontro pessoas que entendam tudo isso q estou vivendo.” — O processo da RH permite a expansão da consciência. Quando abrimos nossos olhos para as verdades do universo percebemos, então, que as pessoas ao nosso redor estão vivendo por viver. Quando a nossa mente abre, tentamos acordar o restante dessas pessoas, mas para elas aquela realidade, aquela matrix é a vida verdadeira e que somos loucos por questionar isso. O resultado é que acabamos ficando meio sozinhos, sem ninguém pra conversar sobre o assunto, ou sobre um papo mais “cabeça”, entendeu? Mas não se preocupe. O universo envia novas pessoas, pois atrairemos pessoas afins, que partilham da mesma vontade, porém requer um tempinho para elas irem aparecendo. Paciência.

Veja mais:

Sofri muitas mudanças: parei de beber, de fumar, não tenho mais religião, penso em mudar de profissão etc etc. A sensação é mesmo a de que vou surtar. Isso da medo! — Quando a gente vai cedendo a resistência as mudanças vão aparecendo, e são muitas. A mudança repentina causa medo, pois entramos em terreno desconhecido, o que nos causa receios. Realmente às vezes fica difícil administrar tudo no início, mas a ficha vai caindo no processo e tudo vai ficando mais calmo. A mudança de religião ou abandonar é normal, pois religião e fé são duas coisas diferentes e algumas religiões e igrejas tem um caráter castrador de ideias, querem governar os nossos passos, e isso nos atrapalha na evolução. Muitas vezes algumas pessoas preferem manter-se sem a religião, enquanto outras, mais adiante no processo, encontram uma outra que satisfaça seus ideais.

 

Gostou? Então COMPARTILHE!
Fechar Menu