Doenças e suas causas espirituais — Como evitar o adoecimento?

Doenças e suas causas espirituais — Como evitar o adoecimento?

Doenças e suas causas espirituais — Como evitar o adoecimento?
3.5 (70%) 2 votes

O significado das doenças segundo o espiritismo — Por Raul Teixeira

O educador e orador espírita, Raul Teixeira, faz analogias simples de entender, nos explicando com muita sabedoria o significado das doenças na visão do Espiritismo e, além disso, as doenças e suas causas espirituais.

Raul Teixeira — Indubitavelmente nós somos um grande corpo elétrico. O ser humano, a alma humana… é um feixe de energias pensante nós todos e tudo quanto existe no universo é formado por essa energia cósmica; nós somos partes desta energia cósmica. 

Se somos um feixe de energia, temos uma determinada frequência de vibração; nós vibramos dentro de determinado quadro, dentro determinado espectro, que faz com que essas energias pulsem. E essa pulsação da energia que nos compõe, nós dizemos que é a nossa vibração; cada criatura tem sua vibração natural, o número de pulsações por segundo. Também nós podemos dizer que cada qual de nós tem a sua frequência vibratória.

raul espiritismo enfermidades
Raul Teixeira

E graças a esse fenômeno da nossa frequência vibratória é que se estabelecem as relações do ser espiritual que nós somos com o corpo físico do qual nos utilizamos hora quando pensamos. Assim, vale a pena imaginar um outro quadro: se nós tivermos uma rede elétrica por onde passe uma determinada corrente elétrica, e num dado momento essa corrente sofrer uma alta tensão, sua tenção for ampliada em demasia, nós obteremos um fenômeno chamado de curto-circuito.

Toda instalação se queimará, se desarmará, e, de acordo com o caso se incendiará. Daí então é importantíssimo que verifiquemos que essas energias de que somos compostos também sofrem com esses fenômenos da mente do ser espiritual em si.

Quantas vezes nós temos determinados hábitos psíquicos, que fazem com que nossa frequência vibratória seja mais alta. Uma frequência mais alta, mais luminosa; uma frequência mais alta, mais altos planos; uma frequência mais alta, melhores contatos psíquicos.

As causas espirituais das doenças — A absorção de más energias

como o espiritismo entende as doenças

Raul Teixeira — Mas há situações em que a nossa frequência fica mais baixa e quando chegamos nesse ponto de desenvolvermos essas “ondas baixas”, o nosso corpo não recebe mais essa nutrição dos Altos Planos, essas energias espirituais de alto nível. E passamos a comungar com os níveis baixos da vida, as mentes inferiores da vida… e essa energia vai bombardeando as nossas células.

[A energia densa] Vai bombardeando o nosso corpo físico e, a partir daí, esse corpo físico estando bombardeado periodicamente, logo estaremos fisicamente doente. Mas vejamos, a doença não começou no corpo; a doença começou na mente, no ser energético, no indivíduo espiritual que nós somos.

Daí então, nós poderemos aquilatar como é séria a nossa relação mental com o corpo do qual nos utilizamos. Somos nós, que de maneira consciente ou não enxergamos o nosso corpo; somos nós que, de um modo ou de outro, atuamos sobre a nossa carcaça física.

As doenças e suas causas espirituais — Como evitar ficar doente?

Obviamente que num mundo de provas e expiações como o nosso é praticamente impossível o ser humano não adoecer uma vez ou outra. Porém, muitas doenças podem ser evitadas através de autovigilância. Dessa forma, que já sabemos por alto quais as causas espirituais das doenças; agora podemos entender como podemos fazer para evitar ficarmos doentes.

Raul Teixeira — Há diversos modos através dos quais nós poderemos desenvolver a saúde que buscamos e que queremos manter.

Para mantermos a nossa saúde em bom estado, ou para queremos saúde temos que adotar certas disciplinas na vida. E uma grande disciplina começa pela disciplina mental. O que é que a gente vem lendo, conversando, pensando o que é que tem tomado conta de nossa mente maior número de vezes, ou durante mais tempo?

Temos que ter esses cuidados, porque afinal de contas as nossas patologias, as nossas doenças, elas têm grifes, elas são personalizadas.

Várias pessoas tem câncer, por exemplo, mas cada uma delas tem por uma razão própria; várias pessoas tem AIDS, mas cada uma delas por uma razão específica. O fato é que o nosso psiquismo alimenta ou não determinados vírus, determinadas bactérias. É a nossa mente que faculta o caldo de cultura para que determinados microorganismos se desenvolvam ou não em nosso corpo.

Todos nós carregamos no organismo o bacilo da tuberculose, por exemplo, porque respiramos no meio de todo mundo, em lugares fechados, mas não ficamos tuberculosos com facilidade. A partir do momento que nós nos descuidamos, é bem passível de esses microrganismos se desenvolverem e nós nos tornamos pessoas tuberculosas.

doenças a luz do espiritismo

Vemos tanta gente soropositiva, portadora do HIV, que vive normalmente, que trabalha, que se casa, que tem filhos etc; mas os outros são tomados por determinados estados d’alma que em pouco tempo o corpo entra em debacle e elas se acabam.

Por que será, se é o mesmo vírus? Porque em cada indivíduo esse vírus vai encontrar um caldo de cultura diferente.

Há queles que dizem: essa doença não vai me matar essa doença não vai me atrapalhar a vida; e há outras que dizem: estou no fim, eu não tenho mais jeito.

Claro, que se eu tenho uma vida mental pessimista, negativista, eu vou permitir que todos os micróbios façam festa em meu organismo.

É desse modo que as nossas doenças são fabricadas por nós. Os vírus estão aí, as bactérias estão por aí. Os microrganismos… nós assimilamos em todos os lugares. Nada obstante, quando eles alcançam nosso organismo, nós somos aqueles que lhe damos guarida ou não, através dos nossos processos mentais.

As doenças à luz do Espiritismo — As metáforas de Jesus levadas à luz do Espiritismo e da Saúde

doença e espiritismo

As parábolas de Jesus podem ter diversas aplicações, tamanha sua sabedoria. Dessa forma, muitas das suas frases podem ser aplicadas o uso do poder da mente. Nesse trecho final, Raul Teixeira fala como podemos interpretar algumas passagens do evangelho para entender as causas espirituais da doença.

Raul Teixeira — Jesus Cristo disse-nos… e o evangelista Mateus anotou no capítulo V dos evangelho, Versículos 29-30, que “se nosso olho for motivo de escândalo é melhor retirá-lo, do que entrar na vida com olho e perder a alma; se nossa mão for motivo de escândalo será melhor retirá-la atirar fora, do que entrar com uma mão e perdermos a alma, perdermos a paz”.

Nessa a simbologia utilizada pelo mestre Nazareno, nós podemos imaginar todos os demais órgãos do nosso corpo físico, todos os demais recursos do nosso corpo físico ou de nossa mente, quando mal utilizados, gerando problemas, potencializando enfermidades em nós.

Daí o mal ou o indivíduo que enxerga, que olha, que vê para forjar a maledicência para intriga, para calúnia, certamente ele usou mal a sua capacidade de ver. Se teu olho é motivo de escândalo… não é o olho físico, é o modo de ver!

Por que em outro momento o mesmo Cristo nos ensina: “quando os teus olhos forem bons todo o teu corpo terá luz”.

Quando nossa maneira de ver o mundo for positiva, nós estaremos crescendo… será um indício de nosso progresso, de nossa evolução. E é por causa disto que vale a pena estarmos sempre atentos a nossa saúde e as nossas doenças.

Quando o organismo adoecer poderemos procurar onde é que nós estamos criando circuitos, de tal forma que o corpo está entrando num curto-circuito; de onde estamos buscando essas energias pavorosas.

Quando isso ocorre nas crianças, nos recém-nascidos, nós aprendemos no Evangelho Segundo espiritismo, que se a causa não está na atualidade da vida, essa causa vem das experiências transatas da alma porque Deus é amor e, por ser amor, é absolutamente justo.

Nossa doença ou nossa saúde dependem de nós!

Veja mais:

Fonte: Transcrição de vídeo “Doentes e doença” no programa Vida e Valores, produzido pela Federação Espírita do Paraná. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=YBOiCUwzBmQ.

Gostou? Então COMPARTILHE!
Fechar Menu