Ectoplasma e Espiritismo — O que é e para que serve?

Ectoplasma e Espiritismo — O que é e para que serve?

Ectoplasma e Espiritismo — O que é e para que serve?
4.6 (92.73%) 11 votes

Ectoplasma e Espiritismo — O que é ectoplasma segundo o Espiritismo?

A Doutrina Espírita possui referências em abundância sobre a relação entre o ectoplasma e o Espiritismo. A mecânica de liberação e sua serventia por ora pode soar muito complexa, mas alguns autores se esforçam para simplificar esse conhecimento ao máximo.

Para explicar o ectoplasma segundo o Espiritismo, iremos resgatar um breve trecho da leitura do livro Consciência e Evolução, da autora Lívia Pereira Santos:

O ectoplasma é uma substância espiritual, porém tem peso e cheiro e é utilizado no mecanismo da mediunidade para desenvolver as formas criadas pelo Espírito.

Essa substância facilita a configuração espiritual, como também ajuda nos trabalhos de cura. A depender do médium, impregna o ambiente de maneira agradável ou desagradável conforme a natureza dos espíritos em contato com o médium.

O ectoplasma é material que precisa ser observado e pesquisado porque é de muitíssima utilidade nos trabalhos de cura e obsessão.

Os médiuns que predispõem a doar as suas energias e que tenha a capacidade de gerar essa substância, o fazem de forma espontânea e intrínsecas a própria mediunidade. Devem estar atentos para que esse material seja utilizado pelos espíritos benfeitores, e não pelos espíritos enfermos de obsessores.

Sendo ectoplasma gerado pelo mecanismo físico-espiritual, ainda não sabemos decodificar todos os componentes ectoplasmáticos. Temos a certeza de que com os estudos do perispírito e sua ação na vida chegaremos a algumas conclusões em torno da ectoplasmia.

No desempenho da mediunidade, o ectoplasma é de muita necessidade porque canalizamos essa substância para os trabalhos realizados para o benefício dos espíritos enfermos.

Quando o ectoplasma é sutil,  ele estrutura formas espirituais visíveis para os médiuns videntes e perceptíveis aos sensitivos.

Ele é tão quintessenciado, que se permite sair por todos os orifícios da organização física principalmente boca, ouvidos e narinas.

No momento de eliminação, o mesmo sai da boca do médium em forma quase compacta e quase materializada, como uma gaze bem fina e, também, dos ouvidos e narinas. É nesse momento que a espiritualidade superior, examinando ectoplasmia, a retira para os trabalhos espirituais.

Ectoplasma e Espiritismo — Para que serve  o ectoplasma?

ectoplasma segundo o espiritismo 2

As substâncias que compõem o ectoplasma são de grande importância, pois auxiliam na rápida cicatrização e e nos problemas mais difíceis que a medicina terrena ainda encontra muita dificuldade.

Exitem certos médiuns que tem a capacidade de expelir muito ectoplasma, expelindo-o por todos os orifícios do corpo. O material ectoplasmático, para que seja de boa qualidade, dependerá da saúde física do médium. Este, portanto, precisa estar saudável para que seu ectoplasma possa ser usado nos trabalhos espirituais.

O termo ectoplasma foi introduzido na Parapsicologia por um fisiologista, então é uma coisa que não está só vinculada ao Espiritismo. E foi introduzido para designar uma espécie de substância esbranquiçada, o que pode exteriorizar para fora do corpo de determinados médiuns.

E também supostamente sensível a determinados impulsos exteriores. É visível a parte do corpo de determinados indivíduos, com características especiais. Permite a materialização de formas de corpos humanos distintos daquele de onde sai, ou de forma de membros.

Ectoplasma, Espiritismo e os cuidados na manipulação desse elemento

para que serve o ectoplasma
Materialização por ectoplasmia através do médium José Medrado

No livro “Nos Domínios da Mediunidade”, psicografia de Chico Xavier, no capítulo 28, André Luiz relata em alguns trechos o tamanho cuidado no preparo das sessões de ectoplasmia e os possíveis contratempos que podem ocorrer:

“O ectoplasma está em si tão associado ao pensamento do médium, quanto as forças do filho em formação se encontram ligadas à mente maternal. Em razão disso, toda a cautela é indispensável na assistência ao medianeiro”.

“Se pudéssemos contar com mais ampla educação do instrumento, decerto menos teríamos a temer, de vez que a própria individualidade do servidor colaboraria junto de nós, evitando-nos preocupações e contratempos prováveis.

A materialização de criaturas e objetos de nosso plano, para ser mais perfeita, exige mais segura desmaterialização do médium e dos companheiros encarnados que o assistem, porque, por mais nos consagremos aos trabalhos dessa ordem, estamos subordinados à cooperação dos amigos terrestres, assim como a água, por mais pura, permanece submetida às qualidades felizes ou infelizes do canal por onde se escoa”.

“(…) o pensamento mediúnico pode influir nas formas materializadas, mesmo quando essas formas se encontrem sob rigoroso controle de amigos da nossa esfera… ainda quando o médium não consiga senhoreá-las de todo, pode perturbar-lhes a formação e a projeção, prejudicando-nos consequentemente o serviço”

o que e ectoplasma espiritismo 2

“Em alguns raros indivíduos, encontramos semelhante energia com mais alta percentagem de exteriorização, contudo, sabemos que ela será de futuro mais abundante e mais facilmente abordável, quando a coletividade humana atingir mais elevado grau de maturação.

Até lá, utilizar-nos-emos dessas possibilidades como quem aproveita um fruto ainda verde, em circunstâncias especiais da vida, suportando, porém, o assédio de mil surpresas desagradáveis ao recolhê-lo, de vez que, em experiências como esta, submetemo-nos a certas interferências mediúnicas indesejáveis, tanto quanto a influências menos edificantes de companheiros encarnados, francamente inaptos para os serviços dessa espécie”.

“Imaginemos que o médium esteja possuído de interesses inferiores, seja em matéria de afetividade mal conduzida, de ambição desregrada ou de pontos de vista pessoais, nos diversos departamentos das paixões comuns”

Deixando claro, que os fatores perturbadores das sessões de ectoplasmia não dependem somente da qualidade dos pensamentos e sentimentos do médium doador do fluido, mas também de toda a equipe que ajuda na realização do trabalho.

Na mesma obra de Chico Xavier o leitor pode ficar informado sobre o que é o ectoplasma e para que serve o ectoplasma; porém é preciso estar preparado para uma leitura mais técnica. Para efeito, sugiro que no mínimo o interessado no assunto já tenha lido O Livro dos Espíritos (Allan Kardec) para que consiga absorver o conteúdo de Nos Domínios da Mediunidade.

Veja mais:

Fonte:

Nos Domínios da Mediunidade (Francisco Cândido Xavier);

Consciência em Evolução (Lívia Pereira Santos).

Gostou? Então COMPARTILHE!
Fechar Menu