Nunca saia de casa com raiva de quem ama, pode ser a última vez!

Nunca saia de casa com raiva de quem ama, pode ser a última vez!

Nunca saia de casa com raiva de quem ama, pode ser a última vez!
4.8 (96%) 20 votes

Este conto foi publicado na página Espirit Book. Ele conta uma emocionante história de um “até logo” para uma viagem além da dimensão física nos dando, no final, uma impactante lição de valor.

Era ainda de manhã, Maria ouviu alguém entrando em casa e para sua surpresa, era o seu marido. Ela não o esperava pois sabia que estava em viagem pelo Brasil, com seu caminhão.

E também por estarem brigados…- E suas coisas? Pergunta ela

– Não trouxe, só vim falar contigo.Ela ficou surpresa já que antes tinham discutido e passado vários dias sem se falar.

– O que você quer conversar?

– Só vim dizer que apesar de termos tido nossas diferenças, eu te amo e esses dias que estivemos brigados eu quis te ligar umas mil vezes mas o meu orgulho foi mais forte e não me deixou.

Gostaria que me perdoasse.

Ela mudou a feição e acariciou sua mão.

– Eu também te amo, e quero que saiba que o meu amor por você é muito grande mas eu deixei que a raiva e o orgulho fossem uma prioridade. Respondeu ela. Ele continuou dizendo

– Você e os nossos filhos são as coisas mais importante que tenho.Ele lhe deu um terno beijo na testa,

e terminou dizendo…

– Sempre vou estar contigo aconteça o que acontecer. Vou tomar um banho e depois tenho de ir, mas desta vez a viagem será um pouco mais longa.

Enquanto ela ouvia o som da água do chuveiro, tocou o telefone.

– Bom dia, procuro a senhora Maria.

– Sim, está falando com ela, em que posso ajudar?

– Senhora, estou ligando para informá-la que o seu marido teve um acidente grave e veio a falecer.

– Deve haver algum engano, o meu marido está em casa, foi agora mesmo tomar um banho para seguir viagem.

– Minha senhora, lamentamos a sua dor mas não há engano nenhum, é realmente o seu marido.

– Deixe eu chamá-lo para que desfaça esta confusão.

Ela correu para o banheiro e procurou em cada canto da casa e não o encontrou, um silêncio invadiu a sua alma e um arrepio percorreu o seu corpo e ai percebeu que ele apenas veio despedir-se e que já não ia mais voltar.

Nunca saia de casa com raiva de quem ama, pode ser a última vez que você veja essa pessoa, por isso beije, abrace e ame como se fosse a última vez!

<!–OffMiddle–> <!–OffEnd–>

Gostou? Então COMPARTILHE!
Fechar Menu