O que fazer para minha oração ser ouvida?

O que fazer para minha oração ser ouvida?

A médium Isabel Salomão diz o que fazer para que a prece seja ouvida

Para nossa prece ser ouvida junto aos médicos e amigos da espiritualidade, que nos possa ajudar, ela parecia ser precedida por uma conduta cristã, por vibrações de amor, por entendimento dos nossos deveres, das nossas obrigações com a vida.

O auxílio do mundo espiritual se fará na medida em que a nossa convicção e a nossa vigilância se aproximarem do bem vivenciado pelo Cristo.

O que fazer para minha oração ser ouvida – Tenha mérito

Então, essa vigilância constante não é só e tão somente no momento da prece, seja em nosso favor ou em favor do nosso próximo. Dessa forma, o vigiai e orai que Jesus nos falou é uma questão sempre bem atual, pois para que sua prece seja ouvida, o indivíduo precisa ter o mérito. Se não houver mérito, a melhora é momentânea.

Quando não há mérito é como se o “remédio” acabasse o efeito. A “dose” foi pequena, então, tem que aumentar a dose, às vezes, quantas vezes por dia você terá que ingerir aquele remédio.

Veja mais: Como Evitar a Influência Espiritual Negativa através do Espiritismo

Para que nossas orações sejam ouvidas precisamos ir além do falar “eu acredito…”

Nós temos que ir além dessa ideia de “eu acredito”, “eu tenho fé”… você tem que ter conduta cristã! Conduta nos mínimos detalhes em sua vida; você precisa agir como Cristão, agir como filho de Deus para que sua presença alcance, então, o nosso mestre, o nosso médico sublime, Jesus.

Para que uma prece de um companheiro de um irmão de um terceiro possa ter efeito duradouro em seu benefício, você também tem que ter esta responsabilidade.

Não é só procurar o médium de uma casa espírita, achar que tudo está resolvido e viver como quem diz da boca pra fora que acredita no Cristo, como quem diz que confia em Deus.

Veja mais: Médium espírita ensina como preencher a sensação de vazio na alma

A obrigação é de todos nós. Não é só daqueles que se apresentam como trabalhadores da Boa Nova, já que todos nós somos pequenos, somos frágeis; estamos sempre lutando para vencer os nossos próprios defeitos.

Para que as nossas preces sejam ouvidas precisamos estar vigilantes

Daí vem a vigilância a prece, o amor a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo; mas se nós somos em vigilantes das pequenas coisas que nem tanto exige de nós; exige um pouco de paciência de, tranquilidade, de respeito para que o nosso pedido seja ouvido.

Veja mais: Como o Espiritismo pode nos ajudar a vencer e evitar as doenças?

Porque se fosse tão somente fazer a prece, quem poderia ajudar mais uma pessoa do que seja a prece de uma mãe ou de um pai? Bastaria a mãe orar e estava tudo resolvendo! O problema, então, não é só a oração, não é só a reza.

Essa oração essa prece precisa ser impulsionada por uma vivência cristã. Não é que nós vamos ser iguais a Jesus, não! Mas mas nós vamos respeitar o trabalho do Cristo, nós vamos amar a Jesus pelo tanto que ele nos ama.

Dentro disto, nós vamos querer bem o nosso próximo. Nós jamais faremos alguma coisa para incomodar, para prejudicar, para perturbar o trabalho do bem.

Veja mais: 4 Leis Espirituais ensinadas na Índia que farão sua vida ficar mais leve

A importância do estudo da Doutrina Espírita na nossa construção moral e na construção dos nossos méritos

Então, o que nós temos que fazer é estudar Doutrina dos Espíritos. Sem ela nós não vamos entender o sofrimento do Cristo, nós não vamos entender porque nós temos que amar o nosso próximo.

É assim que nós estamos vivendo, porque estamos aí no mundo e nem sabemos porque estamos… Nós vamos acarretando para nós outros dores lágrimas e desencantos.

Então, nós temos um trabalho de amor, de disciplina, de equilíbrio. Vamos entrar nesta! Vamos passar um dia pedindo a Jesus que nos ajude! Mas não só orando, balbuciando, não.

Veja mais: “Me matei para que ele sentisse remorso para o resto da vida” – Uma história de Divaldo Franco

Precisamos fazer isto nas atitudes, no seu trabalho, no seu convívio, no seu condicionamento de pai, de mãe, de chefe de família, de filho, de profissional, de companheiro de caminhada… Vamos vigiar os nossos atos.

É obrigação nossa viver de tal maneira que as pessoas se sintam felizes em ser nossos amigos.

Nós temos que amar e perdoar. Essas duas coisas vão nos dar a certeza da Paz.

Amor e perdão… Perdoe o seu próximo. Ele errou, te maltratou, fez alguma coisa errada, esqueça! Continue amando, continue ajudando, continue querendo bem. O mundo é uma escola.

Todos nós haveremos de aprender amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos.

Que Jesus nos ajude. Assim seja.

Fonte: Trechos de uma palestra ministrada pela médium Isabel Salomão de Campos.

Veja mais: Novela “A Viagem” completa 25 anos e a Globo revela curiosidades da produção

Gostou? Então COMPARTILHE!

Hugo Gimenez

Hugo Gimenez é o editor do blog O Estudante Espírita. Fisioterapeuta formado na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), começou suas primeiras leituras da Doutrina Espírita com 15 anos de idade. Hoje em dia, se interessa não só por literaturas próprias do Espiritismo, mas também por assuntos de espiritualidade em geral.
Fechar Menu