O que fazer para controlar a ansiedade — Por Augusto Cury e Divaldo Franco

O que fazer para controlar a ansiedade — Por Augusto Cury e Divaldo Franco

O que fazer para controlar a ansiedade — Por Augusto Cury e Divaldo Franco
5 (100%) 1 vote

Como lidar com a Ansiedade nos dias atuais?

A ansiedade é algo natural do ser humano. É normal ficar ansioso diante de eventos importantes que estão para acontecer em breve (casamento, provas, vestibulares, viagens…), mas é importante ficar atento quando isso começa a tomar proporções desagradáveis. Se isso acontece, e agora? O que fazer para controlar a ansiedade?

Antes de responder a pergunta, vamos esclarecer algumas coisas importantes:

Primeiramente a Ansiedade não é algo novo no mundo, mas o grande problema é que o nosso período atual está favorecendo o aumento incontrolável desse mal. Dentre os fatores presentes nos nossos tempos está o avanço tecnológico, e, segundo Selye H. pressões sociais, políticas e econômicas também tem contribuído muito para esse aumento.

Segundo o Dr. Dráuzio Varella, os sintomas da ansiedade e do Transtorno da Ansiedade Generalizada (quando o problema se torna mais crônico), são: inquietação, fadiga, irritabilidade, dificuldade de concentração, tensão muscular e perturbação do sono; podendo ainda causar palpitações, falta de ar, taquicardia, aumento da pressão arterial, sudorese excessiva, dor de cabeça, alteração nos hábitos intestinais, náuseas, aperto no peito, dores musculares.

Segundo o Blog da Saúde, do Ministério da Saúde, alguns sintomas da Ansiedade (tontura, sensação de fraqueza, taquicardia, formigamento nas mãos e pés e, sobretudo, um aperto no peito), podem até serem confundidos com outras doenças, por isso, muitos pacientes que possuem quadros elevados de ansiedade só procuram os profissionais de saúde quando esses sintomas mais alarmantes começam a aparecer.

Dessa forma, ao retornarmos a pergunta inicial O que fazer para controlar a ansiedade?”devemos ter em mente que existem várias maneiras de como aliviar a ansiedade. Mas se você pretende saber como combater a ansiedade de vez, chegando a cura, é importante associar vários tipos de terapias; desde as de cunho material (a nossa atual medicina), quanto as terapias espirituais.

Quem é o mal do século depressão ou ansiedade? Muitos profissionais nos traz a tese de que a depressão é o mal do século. Eu também, por muitos anos, advoguei essa tese.

O que fazer para controlar a ansiedade – Por Augusto Cury

Como superar a ansiedade utilizando de algumas técnicas e dicas propostas pelo psiquiatra Augusto Cury:

Augusto Cury — Existe alguns sintomas clássicos, principalmente da “síndrome do pensamento acelerado”, que na minha opinião é o mal do século.

Vamos falar sobre as causas: Excesso de informações. No passado elas dobravam a cada dos séculos hoje elas dobram a cada um ano. Uma criança de 7 anos de idade tem mais informações do que um imperador romano no auge de Roma.

Excesso do uso de smartphones, de preocupações e de atividades… Agora quais os sintomas desses excessos?

Uma mente hiperacelerada, pensamento agitado, baixo limiar para frustração, fadiga ao acordar, dores de cabeça, dores musculares, dificuldade de conviver com pessoas lentas, sono de má qualidade, deficit de concentração e deficit de memória; pelo menos e sintomas.

Quem tem dois a três sintomas já tem uma síndrome do pensamento acelerado bem exacerbada; quem tem sintoma de insônia já é grave! Insônia tem que ser tratada

Se a pessoa fizer exercícios físicos, ela pode induzir endorfina que é um calmante natural e ela pode também induzir a formação de melatonina que a molécula que regula o sono.

Então quem pratica exercícios físicos regularmente pode corrigir o seu sono, mas se não corrigir é bom procurar um profissional de saúde mental ou um médico.

Mas o mais importante é a pessoa perceber que o seu corpo está gritando, suplicando que ela muda estilo de vida, porque se ela não mudar o estilo de vida o que vai ocorrer é que ela pode ser uma  ótima pessoa para sociedade, mas será um carrasco para si mesma.

Agora preste atenção que o psiquiatra Augusto Cury nos dá dicas preciosíssimas de como aliviar a ansiedade:

5 dicas simples de como combater a ansiedade

1- Se você necessita saber como diminuir  a ansiedade, primeiramente diminua a quantidade de informações, pois captamos tudo que vivenciamos. Evite o excesso constante, pare de bombardear a sua mente com todos os tipos de dados e informações! Existe um limite de quantidade de coisas que conseguimos absorver. Não gaste seu limite com coisas que não são importantes. Seja sempre seletivo, o cérebro é como um músculo ele fica cansado e precisa de descanso.

2- Se você quer realmente ter ferramentas que te auxiliem de alguma forma em como tirar a ansiedade, aprenda a viver o momento! Pare de ficar conectado com os aparelhos eletrônicos o tempo todo. Viva o aqui e o agora! As pessoas sentam para fazer uma refeição e antes mesmo de apreciar a comida, pegam um celular para checar as conversas.

Toda vez que encontram uma fila ou um momento que terão que ficar esperando, se preocupam em ficar vendo as redes sociais e checar os e-mails. Comece a viver o mundo que está a sua volta! Aproveite os momentos para reorganizar seus pensamentos, conhecer pessoas novas, observar e aproveitar o ambiente e a situação.

3- Você não aprenderá como lidar com a ansiedade se continuar fazendo milhões de coisas ao mesmo tempo. O vício pela multitarefa prejudica sua saúde mental e os seus resultados. Nada de ficar checando os e-mails, verificando o celular, lendo notícias, atualizando as redes sociais, tudo ao mesmo tempo enquanto faz coisas que são realmente importantes. Pare e foque em apenas uma coisa por vez!

4- Praticar atividades lúdicas e lentas é uma boa forma de como combater a ansiedade. Procure ouvir com maior frequência músicas tranquilas, como por exemplo música clássica. Aprenda a tocar instrumentos, pratique exercícios físicos, faça teatro, ou então, comece a pintar, aliás, este é um dos principais motivos dos livros de colorir terem feito tanto sucesso nos últimos anos. Eles promovem a desaceleração da mente, tranquilizam e aumentam a concentração.

5- Se você quiser saber como superar a ansiedade e destruir aqueles pensamentos insistentes, comece a Praticar a técnica do DCD (duvide, critique e decida). Essa técnica funciona como uma espécie de higiene mental. Você deve utilizá-la sempre que for atacado por pensamentos negativos e que te deixam ansioso.

A verdade é que na grande maioria das vezes pensamentos e sentimentos negativos não representam a realidade, mas nós os deixamos tomarem conta de nossas mentes de tal forma que eles acabam desvirtuando a verdade e afetando as nossas vidas.

Para ilustrar um uso prático da técnica, imagine que você esteja numa determinada situação que te deixa ansioso e então você percebe que está sendo atacado por pensamentos e sentimentos negativos, assim que eles aparecerem, duvide deles imediatamente. Eles são apenas fantasias que vão inventar as mais diversas coisas na sua mente, não acredite no que eles te dizem.

Em seguida, critique cada pensamento perturbador e cada emoção angustiante que apareceram grátis de forma desprezível; mostre para você mesmo que eles são insignificantes perto de tudo que você é.

E, por fim, determine a onde você quer chegar mostre que quem manda na situação é você, e que você não é um escravo dos seus pensamentos.

Comece a praticar esta técnica em todas as situações em que você se sente ansioso e você verá uma grande diferença na sua vida.

Como aliviar a ansiedade — Sugestões do tratamento espiritual sugerido por Divaldo Franco

Para agregar mais conhecimento em relação ao que fazer para controlar a ansiedade ansiedade, mas também qualquer patologia psiquiátrica, como é o caso da depressão e do pânico (que estão diretamente vinculadas à ansiedade), o querido palestrante Divaldo Franco faz suas considerações, apontando a terapêutica espírita na busca da superação desses problemas.

Divaldo Franco — Procuremos respirar profundamente, acalmar-se, vincular-se a Deus, rogar a proteção dos Espíritos nobres e lentamente vem uma descarga de adrenalina das glândulas supra-renais e o indivíduo se refaz e passa aquele período mais doloroso. fazendo simultaneamente a terapêutica; fazendo simultaneamente a terapêutica através de um psiquiatra, psicólogo ou psicanalista…

Mas eu sugeriria pessoalmente que a pessoa procurar também as terapêuticas espíritas, a psicoterapia da boas palavras, reuniões doutrinárias, o conhecimento de si mesmo (o autoconhecimento), a terapêutica dos passes, a bioenergia, a água magnetizada, e, por extensão, o socorro que os bons espíritos propiciam através das reuniões mediúnicas de desobsessão, que dispensam a presença dos pacientes.

Veja mais:

Fontes:

Ansiedade. Augusto Cury. Editora Saraiva, 2013;

Transcrição parcial da entrevista com Divaldo Franco ao Programa Transição, disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=voaUDuNH98s.

Gostou? Então COMPARTILHE!
Fechar Menu