Corrupção dentro do IBAMA: nossos recursos naturais e vidas em risco

Corrupção dentro do IBAMA: nossos recursos naturais e vidas em risco

Avalie esta postagem

Nesta quarta-feira, dia 08 de maio, foi o dia da Polícia Federal fez uma operação de combate a crimes ambientais supostamente praticados por servidores do IBAMA no Acre, Amazonas e Minas Gerais, com participação de policiais militares de Boca do Acre.

No total, são 36 mandados de busca, além de outras medidas cautelares, sendo que 15 destes estão sendo cumpridos em Rio Branco. Os outros mandados estão sendo cumpridos nas cidades de Brasileia e Epitaciolândia.

Essa organização criminosa é responsável por grandes desmatamentos, corrupção e lavagem de dinheiro. Os servidores do IBAMA que estavam dentro dessa organização eram liderados pelo ex-superintendente.

Todos estavam recebendo vantagens indevidas para para que os crimes acontecessem.

Veja mais: O casamento gay na visão do Espiritismo

Segundo o site G1, multas por desmatamentos eram aplicadas a laranjas para substituir os verdadeiros culpados, além disso, esses servidores repassavam informações de datas em que ocorreriam as fiscalizações, para que o maquinário não fosse apreendido.

Alguns pecuaristas também invadiram terras da União e contrataram policiais militares para fazer a guarda dos equipamentos para o desmatamento.

Dentro desse quadro, alguns moradores da região foram expulsos, outros foram ameaçados, além de uma tentativa de homicídio contra um pequeno produtor.

Veja mais: Jovem de 19 anos salva 14 pessoas de um incêndio na China [vídeo]

Gostou? Então COMPARTILHE!

Hugo Gimenez

Hugo Gimenez é o editor do blog O Estudante Espírita. Fisioterapeuta formado na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), começou suas primeiras leituras da Doutrina Espírita com 15 anos de idade. Hoje em dia, se interessa não só por literaturas próprias do Espiritismo, mas também por assuntos de espiritualidade em geral.
Fechar Menu