Psicografia de um pai que desencarnou por infarto fulminante: “Eu não estava sentindo nada”

Psicografia de um pai que desencarnou por infarto fulminante: “Eu não estava sentindo nada”

Psicografia de um pai que desencarnou por infarto fulminante: “Eu não estava sentindo nada”
4.5 (89.09%) 11 vote[s]

O responsável pela sessão da psicografia foi o médium Orlando Noronha. Nosso blog não tem nenhuma ligação com o médium. Somos apenas um site na internet que divulga o trabalho devido sua importância.

Quem se interessar pelas psicografias do médium Orlando Noronha, logo ao final do texto da carta deixaremos um link com a agenda do médium em sua passagem pelos centros espiritas ao redor do país.

Início da comunicação:

Minha filha Fabiane e mamãe Jaci, estou tentando segurar as lágrimas neste momento de reencontro.

Veja mais: História de Chico Xavier conta que sua madrinha o fazia passar fome por dias

O vovô Manoel está aqui por amor do bom Deus me dando a sua mão para que eu escreva da melhor forma possível.

O infarto fulminante me pegou de surpresa e me fez acordar aqui. Estou apanhando um pouco na escrita, mas está bom para o gasto.

Os meus filhos me socorreram e eu não sei dizer o que acontecia na realidade, porque o infarto, acho, que me deixou confuso sem qualquer noção do que acontecia ao meu lado.

Veja mais: Qual a Visão do Espiritismo Sobre os Irmãos Siameses?

Aqui, o vovô Manoel me esclareceu que a voz que eu ouvia, de início, e dos meus filhos que me socorriam após o infarto.

Errou no seu ponto, filha. Eu não sofri com o acontecido. Eu não estou sofrendo, filha. Fique tranquila com isso.

Eu deixo meu abraço com o Flávio, ao Fernando e a Fernanda, meus filhos, com a saudade tão forte como a de vocês.

Não parem nossos encontros em família, nunca mesmo. A vida é nova, de novos jeitos e novos hábitos aqui e fico procurando aquele peixinho delicioso que saciávamos aí, com tanto sabor e vontade.

Veja mais: Como podemos sempre estar recebendo ajuda dos bons espíritos?

É eu aqui, lembrando o pai sem camisa. Sempre assim, com as pintinhas na frente do peito e mais… com aquele colar bacana que eu usava na certeza.

Sou eu aqui, voltando para vocês. Eu não omiti nada! Eu não estava sentindo nada e que seria alerta para procurar socorro médico.

Esse negócio de médico não era comigo! Mas não iria dar mole se estivesse sentindo algo antes.

Volte para casa, com meu abraço a todos.

Veja mais: Como podemos nos livrar das tentações e das investidas do mal?

O papai bem, sem esquecer um minuto de vocês. Vocês moram para sempre em meu coração.

Fernando José Nascimento.

O médium Fernando Noronha é natural da cidade de Osasco-SP. Foi em 1986, que de fato recebeu importante orientação de Chico Xavier para continuar nas tarefas das Cartas Familiares Consoladoras.

Exerce as atividades de psicografia no Pronto Socorro Espiritual Pais e Filhos – Osasco (casa em que iniciou esta tarefa), porém tem agendas com a psicografia em outras cidades do Brasil.

Veja a agenda do médium neste link e veja se ele estará por perto de onde você mora.

Veja mais: Quanto tempo demora para um espírito poder enviar cartas psicografadas para familiares?

Gostou? Então COMPARTILHE!

Hugo Gimenez

Hugo Gimenez é o editor do blog O Estudante Espírita. Fisioterapeuta formado na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), começou suas primeiras leituras da Doutrina Espírita com 15 anos de idade. Hoje em dia, se interessa não só por literaturas próprias do Espiritismo, mas também por assuntos de espiritualidade em geral.
Fechar Menu