Renúncia: novela baseada em obra de Chico Xavier que foi cancelada após 12 capítulos

Renúncia: novela baseada em obra de Chico Xavier que foi cancelada após 12 capítulos
5 (100%) 10 vote[s]

A novela Renúncia foi uma adaptação baseada naobra psicografada por Chico Xavier, ditada pelo Espírito de Emmanuel. Foi ao ar em  30 de agosto de 1982, mas só progrediu até a 12 de setembro, sendo encerrada depois de 12 capítulos.

Segundo o site Teledramaturgia, a novela Renúncia tinha a direção de Geraldo Vietri e era ambientada no ano de 1862 (dois séculos a mais do que a história original contada no livro), em Paris.

Na história, Suzana foi prometida ao primo em casamento desde a infância. Mas Cirilo Davenport, professor da Sorbonne, apaixona-se por Madalena Vilamil, que conheceu através de Antero de Oviedo Vilamil. Este último tinha a mão de Madalena, sua prima, prometida pelos pais dela, Dom Inácio e Dona Margarida.

Respeitando, porém, os sentimentos da filha Madalena, os pais acabam consentindo em seu casamento com Cirilo. Suzana e Antero, ambos rejeitados pelos primos, a quem dedicaram amor, começam a tramar.

Veja mais: A vida de Chico Xavier – a mediunidade na infância do médium

Suzana viaja a Lisboa, onde moram Samuel e Constância, pais de Cirilo, e lá fica sabendo que a situação financeira dos Davenport não é das melhores, justamente por perseguições políticas.

A família resolve emigrar para o Brasil. Suzana incentiva esta mudança, pois vê nela oportunidade de afastar Cirilo de Paris e reconquistá-lo. A ideia dá certo. Cirilo parte e Madalena não pode acompanhá-lo, mas revela estar grávida. Cirilo pede, então, ao seu grande rival, Antero, que cuide de Madalena em sua ausência.

Neste momento, a cólera se abate sobre Paris. Suzana, em viagem à capital francesa, inventa a morte de Madalena em carta para Cirilo. Ao mesmo tempo, Madalena, informada de que Cirilo desapareceu em um naufrágio, dá à luz uma menina, Alcione (Sinopse apanhada no site teledramaturgia.com.br).

Veja mais: 11 Filmes espíritas para assistir no YouTube

A intenção da TV Bandeirantes era adaptar a obra de grande sucesso de Chico Xavier para às telinhas brasileiras, mas a tentativa foi um tanto quanto frustrada.

O diretor da novela estava empolgado com a ideia da novela, dando uma entrevista para uma revista na época, falando: “Estou apostando tudo nessa novela, que desde 1979 tento levar ao ar. Tenho certeza de seu sucesso. A Bandeirantes investiu muito: é uma das suas produções mais bem cuidadas do ponto de vista de guarda-roupa e cenários.”

Mas toda a empolgação do diretor foi por água abaixo, pois o país estava sofrendo uma crise tremenda, somados aos altos custos da produção e os baixos índices de audiência culminou no cancelamento as gravações e a exibição da novela.

Veja mais: Divaldo Franco terá sua vida contada em filme, em 2019

Como desculpa, a TV Bandeirantes aproveitou a mudança da programação da emissora pela necessidade de se transmitir o horário eleitoral gratuito para tirar a novela do ar.

Foi-se o período das eleições, foi-se o horário eleitoral… Mas sem explicações por parte da emissora, a novela não retornou para as telas.

Ao todo foram exibidos somente 12 capítulos da novela (somando duas semanas de exibição), e o triângulo amoroso que deveria predominar na trama nem chegou a esquentar.

Tags adicionais: novela, novela espirita, novela espirita renuncia, novela renuncia, renuncia chico xavier, novela renuncia 1982 bandeirantes, bandeirantes.

Gostou? Então COMPARTILHE!
Avatar

Hugo Gimenez

Hugo Gimenez é o editor do blog O Estudante Espírita. Fisioterapeuta formado na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), começou suas primeiras leituras da Doutrina Espírita com 15 anos de idade. Hoje em dia, se interessa não só por literaturas próprias do Espiritismo, mas também por assuntos de espiritualidade em geral.