Tsunami na Indonésia deixa mais de 1300 mortos e muitos desaparecidos

Tsunami na Indonésia deixa mais de 1300 mortos e muitos desaparecidos

Tsunami na Indonésia deixa mais de 1300 mortos e muitos desaparecidos
5 (100%) 10 vote[s]

Quando ocorreu o tsunami na Indonésia?

Segundo dados do El País, um tsunami provocado por um forte terremoto de 7,5 graus na escala Richter, registrado nesta sexta-feira, dia 02 de outubro.

De acordo com as notícias do portal da CNN, o desespero está crescendo na cidade indonésia de Palu, à medida que os moradores enfrentam um quinto dia com pouca comida ou água potável, e o número oficial de mortos se acumulou após o devastador terremoto e tsunami de sexta-feira.

O número de pessoas mortas subiu para 1.234 na terça-feira, informou a agência nacional de desastres da Indonésia, incluindo a descoberta sombria de 30 corpos, a maioria crianças, em um salão de recreação da igreja em Sigi Biromaru, ao sul de Palu.

O funcionário da Cruz Vermelha local, Rafiq Anshori, disse à CNN que os corpos foram descobertos durante a busca por 86 crianças que participavam de um acampamento bíblico no local remoto quando o terremoto e o tsunami atingiram a ilha de Sulawesi.

Veja abaixo o vídeo do tsunami na Indonésia

Ashori disse que os voluntários tiveram que carregar os corpos da igreja à mão por mais de uma hora antes que eles pudessem chegar a um lugar onde a polícia poderia buscá-los. As outras crianças do acampamento bíblico ainda estão desaparecidas.

O número de vítimas até o momento e as condições básicas de sobrevivência após o tsunami na Indonésia

O número de mortes deverá crescer à medida que mais corpos forem recuperados dos escombros. “Muitos corpos ainda não foram recuperados”, disse Willem Rampangilei, chefe do Conselho Nacional de Gerenciamento de Desastres da Indonésia, a repórteres na terça-feira.

A situação para os sobreviventes é terrível, pois as famílias lutam para conseguir até mesmo o mais básico dos bens. Na terça-feira, centenas esperaram na fila sob o sol escaldante, nas ruínas, na esperança de obter uma pequena quantidade de combustível.

Garrafas se alinham do lado de fora de um posto de gasolina na cidade de Palu na terça-feira, esperando para serem abastecidas com combustível precioso.

terremoto tsunami indonesia palu 2018

Na última bomba de gasolina da cidade, multidões se reuniram em torno de um único atendente sobrecarregado. Ele segurava um grande maço de dinheiro quase grande demais para segurar, o produto de horas gastando bombeando combustível em latas portáteis.

Mas o dinheiro é de pouca utilidade quando não há mais nada para comprar. Todos os serviços normais da cidade deixaram de funcionar. Lojas foram destruídas ou deixadas vazias.

Estradas para Palu – uma cidade de cerca de 350 mil pessoas – permanecem parcialmente bloqueadas e a ajuda chegou. Embarcações indonésias que transportam comida e água ainda não chegaram.

Tsunami na Indinésia – Enquanto ajuda não chega, saqueadores aproveitam para invadir lugares abandonados e praticar roubos

Relatos de saques são generalizados enquanto os sobreviventes buscam por edifícios abandonados. Na terça-feira, a CNN testemunhou o pessoal militar perseguindo possíveis saqueadores de uma mercearia vazia.

O porta-voz da Polícia Nacional, Setyo Wasisto, disse na terça-feira que 49 pessoas foram presas por roubo após o desastre.

Segundo a VEJA, as equipes de resgate conseguiram achar os corpos de 34 jovens entre 13 a 15 anos que participavam de um acampamento. Eles foram soterrados por uma avalanche de lama em Sigi, uma região montanhosa no sul de Palu, a capital provincial.

A contagem de mortos já passa de 1300 pessoas.

Em solidariedade à Indonésia, a Alemanha disponibilizou cerca de 1,5 milhão de Euros para ajuda imediata, além de iniciar um pequeno grupo de trabalho para estudar como este dinheiro pode ser usado da forma mais rápida e eficaz.

Tags adicionais: tsunami, indonesia, tsunami na indonesia, tsunami na indonésia 2004, vídeo de tsunami na indonésia, imagens do tsunami na indonésia, tsunami 2018, tsunami indonesia.

Gostou? Então COMPARTILHE!

Hugo Gimenez

Hugo Gimenez é o editor do blog O Estudante Espírita. Fisioterapeuta formado na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), começou suas primeiras leituras da Doutrina Espírita com 15 anos de idade. Hoje em dia, se interessa não só por literaturas próprias do Espiritismo, mas também por assuntos de espiritualidade em geral.
Fechar Menu